quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

O calendário revolucionário francês e as estações do ano

Os meses franceses e suas alegorias. | Wikipédia em português (montagem: LAYON YONALLER)



Caros leitores, para romper com tudo o que significava de velho no Ancien Regime os revolucionários franceses mexeram até com os dias do ano. O "ano Zero" do povo judeu começou a partir do Êxodo; aos islâmicos seu equivalente foi a partir da fuga de Maomé a Medina. Para essa "gente de bem", que espalhou sangue e terror como legado ao mundo, eles quiseram romper com tudo o que era cristão e monárquico. Foi daí que em 1792 a Convenção Nacional institucionalizou o CALENDÁRIO REVOLUCIONÁRIO.

Este calendário tinha dez dias certinhos (primidi, duodi, trididi, quartidi, quintidi, sextidi, septidi, octidi, nonidi e decadi), suas semanas (ou décadas) eram apenas três. No total são 360 dias, mas para ficar certinho com o ano solar eram inserido no final do "ano revolucionário" mais seis dias complementares: o dia da Virtude, do Engenho, do Trabalho, da Opinião e da Recompensa. O sexto dia complementar (da Revolução) era inserido em anos bissextos.

Os doze meses eram divididos em quatro períodos - exatamente as quatro estações do ano civil no qual conhecemos no Hemisfério Norte. Em ano do nosso calendário gregoriano, o calendário francês ia de 22 de setembro até o dia 20 de setembro do ano seguinte. Até o relógio era dividido em 10 horas, 100 minutos e 100 segundos, o que na prática 1 hora francesa seria praticamente 2 horas convencionais.


O relógio revolucionário onde a décima hora era equivalente a nossa meia-noite. | Wikipédia em português



Você que gosta de séries americanas, por exemplo, agora pode perceber porque as novas temporadas começam praticamente neste período. Sacou?



Os meses e as estações do ano


Cada mês deste calendário tinha os nomes baseados no clima, frutas e atividades agrícolas. Os 12 meses franceses, apesar dos nomes de temática universais, tinha umbilicalmente ligação com o clima e as condições francesas. Os meses eram estes:

OUTONO: vendémiaire (uva: 21/9 a 21/10); brumaire (nevoeiro: 22/10 a 20/11); frimaire (geadas: 21/11 a 20/12);
INVERNO: nivôse (neve: 21/12 a 19/1); pluviôse (chuva: 20/1 a 18/2); ventôse (ventos: 19/2 a 20/2);
PRIMAVERA: germinal (sementes: 21/3 a 19/4); floréal (flores: 20/4 a 19/5); prairial (pradarias: 20/5 a 18/6); e
VERÃO: messidor (colheita: 19/6 a 18/7); thermidor (calor: 19/7 a 17/8); fructidor (frutos: 18/8 a 20/9).

Então hoje, 17 de janeiro de 2018, é na verdade sextidi: 28 de nivôse de 226 (CCXXVI).

O Calendário Revolucionário inaugurado em 1792 foi revogado em 1805 por Napoleão Bonaparte.

Até mais, pessoal. J-J





Por: Pedro Blanche

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Séries e estações do ano











As estações do ano estão presentes até mesmo em vocábulos americanos ligados às séries de TV. Elas ajudam a dividir períodos e fases de exibição de seriados, definir as programações da TV norte-americana, mas também a organizar estreias, pausas e os hiatos de cada produção. 

Aliás, o hiatos (hiatus em inglês) ocorre nos feriados de finais de ano, antes ou perto do natal, e duram até meados de janeiro ou fevereiro. Ele coincide também com as férias e é um momento de descanso e descontração. O hiatus serve para organizar melhor a história e enredo, consolidar a audiência, mas também para que os fãs não fiquem tanto tempo sem assistir às séries. Se ele não existisse, ao invés das produções acabarem em maio, elas seriam finalizadas em janeiro. Ou seja: os espectadores teriam que esperar 9 meses por algo novo (Bastante tempo, né?).





Cada um dos períodos e fases de exibição de séries estão ligados diretamente à uma estação do ano. Claro que por serem produções americanas, as épocas do ano dizem respeito ao hemisfério norte. Por exemplo, o hiatus ocorre no inverno; a summer season e summer finale no verão; a mid season na primavera; a winter season no inverno; a spring season na primavera; e a fall season no outono. 

A partir de agora falarei de alguns desses períodos e como eles interferem no mundo das séries.


Summer season




Summer season é um período que compreende os meses de junho a agosto e diz respeito ao verão e às férias escolares americanas, mas também quando  as séries concluem suas temporadas. Conhecido como zona morta, na summer season quase não há lançamentos de novas produções. Os canais abertos norte-americanos, nessa época, costumam exibir reprises e episódios de séries canceladas. Já os canais fechados apresentam novos produtos. 

Durante esse período também há séries que entram em hiatus e param seus trabalhos no meio da temporada. O episódio que antecede a summer season é conhecido como summer finale ou "final da temporada de verão". 

Summer season é conhecido por ser um período de estreias de séries não tão badaladas, mas que podem cair no gosto do público. Este pode até chegar a dizer: "Humm... até que não é tão ruim".

Séries da summer season: Under the dome, Sherlock, Masters of sex, Outlander, The Knick, Orange is the new black, The Leftovers e The Strain.



Mid season





É chamado também de temporada do meio, compreendendo os meses de janeiro a maio e ao inverno e primavera. A mid season está entre uma fall season e outra e surgiu na década de 1960 quando os produtores executivos transformaram as vendas dos espaços publicitários. É durante ela que são anunciadas as renovações, cancelamentos e lançamentos de novas séries. É nesse período que muitos espectadores ficam na bad ao descobrirem que sua série preferida foi cancelada. 

Séries da mid season: Game of Thrones, House of Cards, Silicon Valley, Girls, Faking It, Agent Carter, iZombie, Empire e Demolidor.



Fall season





Um dos períodos mais esperados do ano para os fãs de séries, pois é quando as novas temporadas das produções renovadas estreiam e quando há lançamentos de novas. Fall quer dizer cair e está ligado ao outono, quando as folhas caem das árvores, sendo assim, Fall season refere-se diretamente ao outono e as novidades na telinha. Ela compreende os meses de setembro e outubro. Na natureza, refere-se à transição e colheita; no mundo das séries, à alegria. 

Séries da fall season: Doctor Who, Supernatural, Grey's Anatomy, Downton Abbey, Agents of S.H.I.E.L.D., The Good Wife, CSI, The Big Bang Theory, Scandal, The Originals e The Vampire Diaries.



 Séries e estações do ano





Os canais televisivos criam períodos e fases que utilizam as estações do ano com inúmeros objetivos, o principal deles é a consolidação da audiência. De fato, o momento mais badalado da tv americana é a fall season, mas isso não quer dizer que possa estrear algo excelente na summer season ou mid season, por exemplo. 

Cada uma das divisões possuem uma função, objetivo e tipos de programas que irão ao ar. Por ser a summer season um período de férias, as séries que estreiam são mais leves e com enredos menos interessantes que as lançadas logo após as férias, em setembro com a fall season. A mid season, por sua vez, é a temporada do meio, um momento de transição, mas dela podem surgir grandes sucessos. 

O Jovem Jornalista em breve passará por um período de pausa e descanso, será o Hiatus de verão - um momento off de organização do blog, pautas, descanso e possíveis novas diretrizes para 2018. Entendo que se o hiatus é importante para as séries, ele também o é para o JJ


Espero que eu tenha conseguido fazer a relação entre as séries e as estações do ano. E vocês, já conheciam esses vocábulos do mundo das séries? Já sabiam os significados de cada um? Digam nos comentários! J-J






Por: Emerson Garcia

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

As cores e significados dos ipês no inverno em Brasília



Em meio à seca e às baixas temperaturas no Distrito Federal, o colorido e a beleza de uma árvore é encantador: o ipê. O inverno na capital do Brasil ganha vida e alegria com os ipês que florescem apenas uma vez por ano entre os meses de junho e outubro. O clima cinzento e frio, contrasta com as flores roxas, rosas, amarelas e brancas dos ipês. De acordo com postagem de Stephanie Ferreira em julho do ano passado, mais de 150 mil ipês florescem nesses meses.

Cada uma das cores dos ipês possuem um período de floração, mas também significados. Há os apaixonados pelos rosas, outros pelos amarelos e alguns pelos brancos. Há também quem confunda os rosas com os roxos. Enfim, não há como negar a beleza dessas árvores durante o inverno, não importando a cor que elas sejam!


Ipês no inverno




Em meio a uma estação tipicamente fria no Distrito Federal, os ipês dão cor, beleza e vida às paisagens. Cada uma das cores trazem esperança e alegria, já que elas são fortes e intensas. Não há folhas com tons mornos e frios, por exemplo.

Cada cor tem um curto espaço de vida, que pode variar em até duas semanas (ou dez a quinze dias). O plantio dos ipês é interessante: não é preciso plantar a semente em um ambiente profundo, mas sim em um raso. Seu crescimento e florescimento independem de grandes quantidades de chuva, ou seja, mesmo no tempo seco e frio, as árvores se desenvolvem.


Ipê roxo




Tamanho: 15 a 18 metros
Período de floração: junho e setembro


É comum as pessoas confundirem o ipê roxo, com o rosa, mas é possível diferenciá-los: o roxo possui um porte frondoso e uma cor bastante intensa. Ele traz elegância ao ambiente e é uma ótima árvore ornamental. Sua cor contrasta de forma interessante com o azul do céu de Brasília.



Ipê rosa




Tamanho: até 35 metros
Período de floração: agosto e setembro


Estes são mais brandos, ao contrário do imponente ipê roxo. Eles trazem delicadeza à natureza. Com relação ao roxo, esse possui tom mais claro e até mesmo dentro de algumas folhas possuem coloração esbranquiçada. Sob o céu azul, é possível perceber um significado de inocência e pureza.




Ipê amarelo




Tamanho: três a oito metros
Período de floração: julho e setembro


Acredito que essa seja a cor de ipês favorita das pessoas, mas eles são mais demorados para germinar e florescer. Sob o céu azul, o amarelo é a cor mais contrastante e que ganha maior destaque. As folhas amarelas significam vivacidade, luz, energia e alto astral. 



Ipê branco




Tamanho: sete a 16 metros
Período de floração: agosto e outubro


Os ipês brancos possuem uma beleza ímpar e são admirados pelos fotógrafos. Este é um dos mais raros de se perceber, porque o seu tempo de duração é pequeno (média de oito a dez dias). Sua cor significa pureza, paz e calma e contrasta com o céu de Brasília muito bem. Dentro de algumas flores é possível ver a coloração amarela.



Ipê verde: um ipê raro




Tamanho: seis a 18 metros
Período de floração: dezembro e março


Este é o ipê mais raro no Distrito Federal e ele costuma florescer no verão. Suas flores tem coloração verde e por esse motivo não chama tanto a atenção das pessoas. Contudo sua cor significa vitalidade, vida, esperança e renovo.




#BrasíliaCapitaldoIpê


O ipê é uma das marcas registradas de Brasília, tanto que a campanha #BrasíliaCapitaldoIpê realizada pelo Correio Braziliense  e TV Globo Brasília tem ganhado visibilidade no Instagram. Já são quase 4 mil fotos de cliques criativos e interessantes de ipês roxos, rosas, amarelos, brancos com a hashtag. São fotos de pessoas comuns e fotógrafos profissionais que nos enchem os olhos. Separei algumas delas:


Uma publicação compartilhada por @correio.braziliense (@correio.braziliense) em












Uma publicação compartilhada por Fausto Mota (@phausto75) em




Um belo contraste


Os ipês são um belo contraste com o frio rigoroso e intenso do inverno de Brasília. De um lado, a frieza e melancolia; mas do outro, o colorido e a alegria. O fotógrafo Antonio publicou um vídeo no Instagram onde colocou a seguinte legenda: "#tbt melancólico de quando Brasília era fria e florida". Veja:



Uma publicação compartilhada por Antonio Reis (@antoniorfoto) em



Os ipês também podem gerar sentimentos positivos e alegres nas pessoas, como nessa criança:






Enfim, ipê é isso! Um belo contraste em meio ao frio. J-J







Por: Emerson Garcia

domingo, 14 de janeiro de 2018

Rádio Bagaralho: Programa "Você pede, a gente não toca" #6





Olá ouvintes da Rádio Bagaralho FM (Rádio Bagaralho, a rádio do... povo). Aqui quem fala é o locutor Arthur Claro, aquele que é igual porém diferente. Com o oferecimento das Lojas Olhoko Ponto Cão começa agora mais um programa Você pede, a gente não toca!


Arthur: Hoje a Rádio Bagaralho está no espírito da 'Semana das estações', que se inicia ontem aqui no 'Jovem Jornalista'. Como todos sabemos existem quatro estações, sendo elas: verão, outono, inverno e primavera. Então vou pedir para que os ouvintes só liguem para pedir músicas correspondentes às estações. Vamos para a primeira ligação.

Jean: Oi. Será que posso pedir uma música?

Arthur: Com certeza, caro ouvinte. Qual você vai pedir?

Jean: Quero pedir a música 'O vento' do Los Hermanos.

Arthur: Ok. Vou tocar 'Quero que tudo vá para o inferno' do Roberto Carlos.







Arthur: Agora vamos atender a segunda ligação.

Kelly: Oi, Arthur. Eu quero pedir uma música para a minha namorada.

Arthur: Nossa, que romântica! Que música você vai dedicar a sua namorada?

Kelly: 'Flores' do Titãs.

Arthur: Então, preparem os ouvidos para ouvir 'É Primavera' do Tim Maia.






Arthur: O nosso programa temático está muito bom. Qual será a próxima música? Alô, quem fala?

Gisella: Aqui é a Gisella. Quero ouvir a música 'O verão esta chegando', do Mc Davi;

Arthur: Gisella, vou tocar 'Mein Land' da banda alemã Rammstein.







Arthur: Alô, você tem a sorte de poder escolher a próxima música.

Nicole: Obaaaa! Então toca pra mim 'Outono' da banda Chimarruts.

Arthur: É pra já! Vou tocar a música 'Safe & Sound' da Taylor Swift.







Arthur: Alô, quem fala?

Diego: Aqui é o Diego. Quero muito ouvir a música 'Let it go' do filme Frozen.

Arthur: Você quem manda! Então, escutem agora 'Home Again' da Carole King.







Arthur: Hoje as músicas estão boas. Então para continuar nesse nível, vamos atender a próxima ligação. Alô?

Jucielly: Alô, Arthur. Você poderia tocar 'Primavera' da Eliana?

Arthur: Mas é claro. Vamos ouvir 'Here comes the Sun' dos Beatles.







Arthur: Alô, alô... Quem é que fala?

Simone: Aqui é a Simone. Quero pedir 'Ruas de Outono' da Ana Carolina.

Arthur: Boa pedida, Simone. Então se ligue agora na música 'Outono' do Djavan.






Arthur: Então agora quero ver quem vai escolher uma boa música. Alô?

Anita: Alô. Quero ouvir a música 'História de Verão' da banda Forfun.

Arthur: Para matar a saudades de um tempo que não volta mais, vamos ouvir 'Musa do Verão' do Felipe Dylon.






Arthur: Agora, para encerrar vou tocar uma música que vale para todas as estações do ano. Beijos e até breve.





Queridos ouvintes, quero agradecer a todos que pediram as músicas e espero que continuem ouvindo a Rádio Bagaralho. Aguardo mais pedidos para o próximo programa. Uma boa Semana das estações a todos! Beijos e abraços. J-J












Por: Arthur Claro
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design